segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

FELIZ ANO NOVO!


De repente, num instante fugaz, os fogos de artifício anunciam que o ano novo está presente e o ano velho ficou para trás. De repente, num instante fugaz, as taças de champanhe se cruzam e o vinho francês borbulhante anuncia que o ano velho se foi e ano novo chegou.

De repente, os olhos se cruzam, as mãos se entrelaçam e os seres humanos, num abraço caloroso, num só pensamento, exprimem um só desejo e uma só aspiração:  PAZ E AMOR. 

De repente, não importa a nação, não importa a língua, não importa a cor, não importa a origem, porque todos são humanos e Descendentes de um só Pai, os homens lembram-se apenas de um só verbo: amar.

De repente, sem mágoa, sem rancor, sem ódio, os homens cantam uma só canção, um só hino, o hino da liberdade. 

De repente, os homens esquecem o passado, lembram-se do futuro venturoso, de como é bom viver.

De repente, os homens lembram-se da maior dádiva que têm: a vida.

De repente, tudo se transforma e chega o ano radiante de esperança, porque só o homem pode alterar os rumos da vida.

De repente, o grito de alegria, pelo novo ano que aparece.  FELIZ ANO NOVO!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Convite para a 3ª Edição da Festa de Natal da Criança – Ano 2012




Vimos por este meio convidar os filhos dos trabalhadores da empresa a partir dos 5 anos de idade a participarem na Festa de Natal da Criança a realizar-se no sábado dia 22 de Dezembro de 2012 dentro do Complexo Residencial da Companhia de Sena no campo aberto entre o Papajoes e a Unidade de Segurança.

Votos de Festas Felizes!

 

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Projectada construção de novo sistema de irrigação em Mopeia


A multinacional OLAM termina o ano agrícola de 2012 com projecções promissoras, na sua intervenção nos esforços de elevação dos níveis de produção da cultura de arroz, na Zambézia, perspectivando a construção de um novo sistema de irrigação, no próximo ano, na área de Cocorico, no distrito de Mopeia, onde está a explorar mais de 250 hectares de terra.
Charles Muniqua, responsável pela área de produção, não avançou detalhes sobre o projecto, argumentando aguardar ainda pelos resultados de  uma série de estudos, sobre a viabilidade do empreendimento.

Todavia, indicou que a companhia já reuniu um total de 35 milhões de dólares, o mesmo valor aplicado para a construção do polémico regadio de Tewe, neste momento operando com enormes restrições devido aos erros técnicos na sua estrutura de implantação.
Aliás, a OLAM avança para 2013 com planos ambiciosos de alargar a extensão da área de cultivo, atingindo 10 mil hectares, para além de introdução experimental de produção em seis épocas, tal como referiu, Charles Muniqua.

Na última safra, a empresa logrou colher 15 mil toneladas de arroz, depois de alguns prejuízos registados numa área descrita como sendo de difícil cobertura de irrigação, face às lacunas de fuga de águas na tubagem no regadio de Tewe, em Mopeia.

A previsão real de colheita seria de 18 mil toneladas, na sequência do incremento dos níveis de produtividade que passaram de cinco toneladas por hectare para sete a oito toneladas. Contudo, tal como disse durante a fase de colheita, Alg Taffs, director de produção, as complicações na irrigação causaram enormes prejuízos numa área de 37 hectares, na região de Mussequerre, onde algumas culturas de arroz não conseguem sobreviver à escassez de água até à colheita. continuar a ler aqui

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

QUE VÃO PERMITIR A NEUTRALIZAÇÃO DOS ASSASSINOS DO GUARDA DA RESIDÊNCIA DA JUÍZA PRESIDENTE DO TRIBUNAL DISTRITAL DE MARROMEU

Polícia da República garante que já tem pistas


Beira (O Autarca) – O guarda da residêcia da Juiza Presidente do Tribunal distrital de Marromeu foi assassinado no passadao mês de Novembro.

De lá para cá, as autoridades policiais tem vindo a trabalhar no sentido de neutralizar os bandidos que tiraram vida ao referido guarda residencial.
Na circunstância os bandisos pretendiam assaltar a residência da juíza.
A intenção frustrou devido a reacção heróica do guarda, que depois de tanta luta acabou sofrendo ferimentos graves e tendo perdido a vida no dia seguinde da ocorrência, no hospital distrital rural para onde havia sido socorrido.

O Comandante Distrital da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Marromeu, Silva Manteiga, confirmou ao nosso jornal a existência de pistas suficientes que vão permitir a neutralização dos criminosos. Segundo Manteiga, a captura dos criminosos é só uma questão de tempo.
Recorder que a juíza cujo guarda da residência foi assassinado chama-se Natércia Gerónimo.
Não são ainda connhecidas as motivações reais que levaram os criminosos tentarem assaltar a residência da juíza Natércia Gerónimo.

No entanti, referir que começa a ser preocupante a segurança sobretudo de magistradas colocadas nos distritos.
É que estão a tornar-se frequentes os casos de assaltos a residências de magistradas.
O caso mais grave deu-se ainda no decurso deste ano onde uma magistrada distrital do Ministério Público sofreu assalto na sua residência que culminou com a violação sexual a “dignissima” praticada pelo grupo de bandidos.
Foi um caso que chocou profundamente a classe e a magistrada teve de ser evacuada para África do Sul onde ainda está a recuperar do trauma físico, moral e psicológico que sofreu provável é que ela não regresse ao mesmo distrito.

Membros da AMETRAMO acusados de promover práticas de violência
Quanto a situação geral da criminalidade no distrito de Marromeu, Silva Manteiga lamentou o comportamento de alguns membros de AMETRAMO, acusando-os de incitarek a prática da violência contra as pesoas idosas no seio das respectivas comunidades.

Segundo o comandante distrital da PRM em Marromeu, muitos casos de homicidio que ocorrem naquele ponto da província de Sofala estão associados a práticas supersticiosas.

Manteiga explicou que os curandeiros nas suas consultas sempre acusam os idosos como sendo os promotores de azares e ou falta de sorte na família, afectando a situação de casamentos, emprego e até a saúde dos cidadãos. “Muitas pessoas que recebem esse tipo de informação, de que um determinado membro da família é o responsável pelo seu insucesso na vida, acabam por tomar a decisão de eliminar esse mesmo membro, alegadamente para se ver livrado da situação difícil em que se encontra”.

Para inverter esse cenário, o comando distrital da PRM em Marromeu revelou que tem promovido encontros com os membros da AMETRAMO, no sentido de sensibiliza-los a abandonarem este tipo de acusações, que muitas vezes tem culminado com violência grave no seio das comunidades.
(Francisco Esteves)